Ouvir Fado ao vivo no Porto é uma experiência musical única. Se for a um concerto de Fado, leia este artigo para perceber o que acontece durante a performance.

Os protagonistas

Um trio típico: uma fadista, um guitarrista e um violista.

Tipicamente, um espetáculo de Fado tem três intervenientes ativos: um cantor (fadista), um guitarrista (guitarra portuguesa) e um violista (guitarra clássica que em Portugal e no Fado se chama viola). Mas não nos podemos esquecer de duas figuras não presentes: os autores das letras e os compositores das músicas.

Uns segundos de conversa com os músicos antes do Fado

Provavelmente vai reparar que antes de cantar cada música, o fadista dirige-se aos guitarristas. Neste momento ele indica a música que quer cantar e respetivo tom (adequa-se o tom a cada cantor). Por vezes também pode dar mais algumas indicações específicas.

Isto acontece porque no Fado não é costume haver grupos fixos e ensaios. Desta forma, os músicos devem saber tocar um grande número de Fados e em diferentes tons para poderem tocar com todos os cantores.

Aqui a fadista pede o Fado “Carlos da Maia em… Fá”
Aos 10 segundos o fadista pede o “Franklin quadras… Lá#”. Os músicos riem-se pois este tom é pouco usual neste Fado e têm que ensaiar um pouco

A música e a letra

O nome de um fado tradicional apenas diz respeito à música. O mesmo não se aplica para outros estilos que podem ser cantados nos concertos de Fado (fado canção, marchas e folclore). Desta forma, um Fado (tradicional) pode ser cantado com inúmeras letras, desde que a métrica do poema se adeque à música.

Por isso, quando se apresenta um Fado, diz-se o nome deste e o título do poema. Poderão também ser indicados os nomes do autor da letra e da música.

O cantor refere o compositor da música (“outro do Alfredo Marceneiro”), o autor da letra (“com a letra do João Ferreira Rosa), o nome do Fado (“o Fado Cravo) e o título do poema (“Triste Sorte”)

Se pretender conhecer melhor os Fados Tradicionais, consulte o site do Zé da Viola de Fado e veja a sua playlist de Fado Tradicional do Youtube. Depois sugiro que pesquise no Youtube o nome de um fado tradicional para perceber a variedade e riqueza de interpretações que existem em torno de cada tema.

A Guitarra Portuguesa

A guitarra portuguesa e o Fado são praticamente inseparáveis. O seu timbre único e a maneira de tocar dos guitarristas são fundamentais para a expressividade desta linguagem.

No Fado, o guitarrista tem três funções: tocar a melodia da introdução, dar apoio harmónico e dialogar com o fadista.

O guitarrista toca a melodia da introdução e estabelece um diálogo musical com o cantor
O guitarrista toca uma melodia na introdução mas depois dá apoio harmónico

Se pretender saber mais sobre este instrumento aconselho a leitura do artigo da Wikipedia e o artigo do José Lúcio.

A Viola

No Fado os violistas geralmente usam cordas de aço e violas com uma construção ligeiramente diferente.

A sua função é tocar acordes num estilo próprio. O violista faz a parte rítmica, a linha do baixo e harmonia. É quase como se fosse uma baterista, um baixista e um pianista ao mesmo tempo.

O violista com o seu polegar define uma linha de baixo e faz o contratempo característico do Fado com os outros dedos. Também enriquece a música com harpejos e outros elementos musicais.

A voz

O Fadista é figura principal. Geralmente veste-se de preto e, se for mulher, faz-se acompanhar de um xaile. Ele é responsável por cantar as letras dos Fados procurando dar sentido musical à mensagem que transmitem. O fado tradicional dá liberdade ao fadista de fazer a sua própria interpretação. Por isso é normal ouvir o mesmo Fado com poemas e desenhos melódicos diferentes.

Duas interpretações diferentes do Fado Cravo

Os estilos

Na maior parte dos espetáculos de Fado ouvirá fado tradicional, fado canção, marchas e folclore, apesar dos dois últimos não serem Fado. Porque é que se tocam outros estilos, para além do tradicional? A verdade é que geralmente as pessoas preferem músicas fáceis de ouvir, de cantar, de acompanhar com palmas e de memorizar. Sendo o fado tradicional a vertente mais erudita do Fado, é normal que não agrade tanto às massas. Assim, para tornar os concertos mais acessíveis e comerciais, tocam-se os outros estilos.

Fado Tradicional

fado tradicional é a arte do Fado e define a estética do mesmo. É o estilo (de Fado) onde os artistas têm maior liberdade de expressão e onde se requer uma maior capacidade interpretativa. Neste estilo há bastante espaço para a improvisação. Para além disso, como já referi, o nome de um Fado tradicional somente diz respeito à música, a letra é um poema que o próprio fadista escolhe e não tem um refrão.

Todos os Fados que utilizei como exemplo até agora são do estilo tradicional.

Um exemplo de uma boa interpretação de um fado tradicional (Fado Bizarro)

Fado Canção

O fado canção resulta da integração de outras linguagens musicais no Fado. Tem quase sempre um refrão e o nome de tema refere-se à música e à letra. Por vezes aproxima-se da linguagem típica do Fado, mas outras vezes distancia-se completamente.

Um exemplo de um fado canção moderno, muito distante da estética do Fado
Um dos temas mais populares de Amália Rodrigues, também com pouca estética original de Fado
Um bom exemplo de uma abordagem moderna a um fado canção, com linguagem de Fado

Marchas

As marchas populares são uma tradição em Portugal e têm um estilo musical associado. Veja este vídeo para perceber o que são as marchas e o seu tipo de música.

Sendo uma forte tradição popular em Lisboa, alguns fadistas começaram a cantá-las nos seus espetáculos. Nestas músicas é frequente ser solicitada a colaboração do público para marcar o ritmo com palmas e para cantar os refrões.

Uma marcha interpretada por um quarteto de Fado

Folclore

O folclore regional português também tem vindo a ser integrado pelos fadistas nos seus concertos. É um estilo popular que tem uma linguagem específica. Veja este vídeo para perceber melhor o que é folclore.

 

É também um estilo fácil de ouvir, onde se pode pedir a colaboração do público para cantar e bater palmas.

Um tema de folclore interpretado por Amália Rodrigues

As palmas

Muitas pessoas ficam na dúvida se devem ou não bater palmas durante os espetáculos de Fado ao vivo. No final de cada tema pode bater palmas à vontade. Durante a música, se for fado tradicional, não deve bater palmas porque interfere com a concentração e interpretação dos músicos. Nos outros estilos sinta-se à vontade para colaborar. Se forem marchas ou folclore provavelmente até lhe será solicitado que o faça.

O silêncio

O silêncio é fundamental nos concertos de Fado. A maior parte das vezes trata-se de momentos intimistas e sem amplificação. Para além disso, no fado tradicional, há uma forte componente emotiva e de improvisação. Então, para os músicos conseguirem dar o seu melhor e para público poder apreciar o concerto em pleno, deve haver silêncio durante o Fado.

Dito isto, silêncio que se vai cantar o Fado!